http://Limão

Limão

De origem tropical o limão 'Tahiti' (Citrus latifolia) não é, na realidade, um limão verdadeiro, mas uma lima ácida. Cultivado desde o século passado na Califórnia, Estados Unidos (EUA), admite-se que sua introdução nos EUA se tenha feito a partir de sementes de frutos importados do Tahiti, derivando-se daí sua denominação.  No Brasil, o 'Tahiti' é uma das espécies cítricas de maior importância comercial, estimando-se que sua área plantada atualmente ultrapasse 50 mil hectares. O Estado de São Paulo é o primeiro produtor nacional, contribuindo com quase 70% do total.  Em 2020, a produção alcançou mais de 1,5 milhões de toneladas e as exportações somaram 120 mil toneladas e um faturamento de 101 milhões de dólares. Os países da União Europeia, Reino Unido e Rússia são os principais destinos das exportações. A cadeia produtiva do limão é responsável pela geração de milhares de empregos nas regiões produtoras e pela inserção de pequenos e médios produtores rurais nas exportações, contribuindo para a sustentabilidade econômica dessa atividade. Estima-se que 100 mil trabalhadores rurais sejam contratados todos os anos para o cultivo da fruta que tem alto nível de tecnologia na produção, mas pouca mecanização nas operações de cultivo e colheita. A produção ocorre o ano todo devido à diversidade de condições climáticas no Brasil e a possiblidade de irrigação nos períodos de déficit hídrico. Uma das características mais marcantes da fruta brasileira contra seus principais concorrentes é a grande quantidade de suco extraído dos limões, tornando-o um produto premium e versátil no consumo. Uma limonada de lima ácida Tahiti é inesquecível em um dia quente de verão. Rico em vitamina C, o limão ajuda a fortalecer as defesas do corpo para prevenir várias doenças. Também é uma boa fonte de potássio, magnésio, cálcio e fósforo. O limão ainda possui várias propriedades benéficas ao organismo, tais como: bom para a circulação (redução da pressão arterial), ajuda a digestão, previne alguns tipos de câncer, reduz os níveis de colesterol, adstringente, antibacteriano e antiviral. Utilizado como gargarejo, o limão é bom para aliviar a dor de garganta, úlceras na boca e gengivite. Além disto, o limão possui uma substância própria denominada limoneno que protege o corpo contra os efeitos destrutivos dos radicais livres. O limão Tahiti não é tão usado na culinária mundial quanto o limão siciliano, mas é um fruto igualmente versátil e saboroso. No Brasil, ele faz parte de diversas receitas. A acidez do limão Tahiti pode ser usada, por exemplo, para “cozinhar” o peixe sem calor, em um prato peruano conhecido como ceviche. Você também pode usá-lo no preparo de marinado para frango, peixe e porco, além de destacar o sabor de outros pratos. Contudo, o maior uso fora do Brasil é como coadjuvante em drinks e cocktails. Consumir limões do Brasil é seguro e traz bem-estar, saúde e qualidade de vida, além de contribuir para o desenvolvimento regional e com a agricultura sustentável.
Image description

Receitas com a fruta

Image description

Bem Estar

Image description

Notícias da fruta

Notificação de Cookies

Ao clicar em “Aceitar todos os cookies”, você concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para melhorar a navegação, analisar a utilização do site e contribuir para melhorar sua experiência. mais informações